Pintura indígena e seus significados: exemplos

A pintura corporal dos índios que vivem no norte do Amazonas é completamente diferente do grafismo dos índios do Xingu, por exemplo

By on 5 de outubro de 2018


Qualquer pintura indígena é capaz de encantar aqueles que se interessam pelas culturas de outros povos, por simbologias e pelo significado das coisas. Aliás, nesses tempos em que as tatuagens ficaram tão populares, conhecer novos designs é essencial para garantir a originalidade das criações.



Para lhe ajudar a conhecer mais a fundo a pintura indígena, resolvemos apresentar aqui alguns exemplos e seus significados. Com isso, você passará a conhecer alguns padrões interessantes e algumas aplicações.

Portanto, não perca essa oportunidade de conhecer um pouco mais sobre essa cultura.

Pintura indígena e seus significados

Quando falamos em qualquer pintura indígena, temos que dar início a um processo de investigação das características de cada povo. Afinal, ao contrário do que pode parecer, nem sempre o ato de pintar o corpo, por exemplo, é feito unicamente por vaidade. Isto é, as pinturas têm seus significados e utilidades dentro de uma tribo.

Podemos dizer que algumas tribos fazem uso das pinturas em seus corpos para definir as posições ou funções de cada membro da tribo, ou seja, certos desenhos acabam funcionando como uniformes de uma “equipe de trabalho” ou, para os mais corporativos, como um crachá.

Obviamente, as pinturas não são encontradas apenas nos corpos, já que os índios também pintam suas cerâmicas, tecidos e outros objetos. Nesse caso, a intenção da pintura também ultrapassa o limite de uma ação meramente estética, pois, com seus desenhos, os índios criaram um código de comunicação que exprime seus valores, sua cultura e a forma como eles se relacionam com outros povos.

pintura indígena

(Foto: ebc)

Índios Xerente, que vivem no Tocantins, dividem o seu povo como Sdakrã, identificada com a Lua e Siptato com o Sol. Sendo que cada uma possui um grafismo específico: os Sdakrã sempre fazem pinturas corporais com traços horizontais; já Siptato usam somente traços verticais.

Além disso, cada uma das metades é dividida em diversos clãs, sendo que cada um desses clãs têm um padrão de grafismo único.

De modo geral, podemos classificar a pintura indígena como “abstrata”, embora a maior inspiração seja a natureza. Mesmo assim, definir um estilo único para essas pinturas é uma tarefa complicada, mas, uma coisa é certa: a pintura indígena não tem nada de primitiva.

Fotos de pintura corporal indígena

Como dissemos, a pintura indígena é muito utilizada nos próprios corpos. Com isso, os índios indicam as posições e funções de cada indivíduo dentro da sua sociedade.

Como não poderia deixar de ser, alguns desenhos são realmente feitos para adornar as peles ou para indicar algum desejo pessoal ou ato de fé. Sendo assim, não deixe de conferir as belas imagens que separamos abaixo:

pinturas indigenas

(Foto: Fazendo artes no CEA)

o que é o grafismo indígena

(Foto: Artesanato Indigena)

pintura indigena menino

(Foto: EBC)

Como fazer pinturas indígenas no rosto

Para encerrar, decidimos inserir aqui um pequeno guia para que você consiga criar uma incrível pintura indígena no rosto. Seja para um dia especial, para uma fantasia ou apenas pelo amor à arte.

Essas dicas irão lhe ajudar a fazer os desenhos de forma eficiente. Acompanhe:

  • Nas tribos, os índios obtêm suas cores de produtos naturais como o urucu (vermelho), jenipapo (azul, quase preto), pó de carvão (preto), calcário (branco), entre outros. No entanto, é possível criar o seu design adquirindo tintas próprias para serem utilizadas na pele;
  • Com as tintas escolhidas, separe os materiais, que são: pincel fino, espelho e imagens de referência. E sim, se houver alguém para fazer o desenho, o espelho será desnecessário;
  • Faça o traçado de todo o desenho e pinte os locais em que for necessária a presença de alguma cor;
  • Lembre-se de preparar a pele antes da utilização da tinta. Nesse caso, com o rosto lavado, utilize uma base com protetor solar para garantir que a tinta dure mais e que a retirada da mesma fique mais fácil.
pintura indigena rosto

(Foto: EBC)

pintura indigena no braço

(Foto: EBC)

Portanto, como pôde perceber, um pintura indígena é muito mais do que linhas e figuras lançadas na pele de forma aleatória, ela é a identidade de um povo e a forma como ele se comunica.

Agora que você sabe muito mais sobre essas belas pinturas, esperamos que consiga fazer a sua com muita criatividade.

Pintura indígena e seus significados: exemplos
Avalie esta matéria!



Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

!-- Taboola Lateral-->